Bodfaro

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

carrossel de ofertas

Buscape

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

terça-feira, 25 de maio de 2010

Parceria x Relacionamento Afetivo = É possível ser feliz?

Parceiro - latim - partiariu - 1. Par, igual, semelhante. 2. Sócio, compnaheiro, camarada. 3. Pessoa com quem se joga 4. Pesso que dança em relação à outra pessoa com quem dança. 5.Semelhantes que em geral um não serve sem o outro.
"Devemos valorizar as relações que temos, pois é muito díficil construir uma, e é muito fácil perdê-la para sempre, pois tentar recuperar pode ser um trabalho só para Hércules!"
No meio da dança de salão circula um comentário a respeito do envolvimento amoroso entre parceiros de dança como verdade irretocável. Costumam dizer que conjugar a parceira de dança com nosso desejos intimos, acaba levando a resultados ruins.
Pretendo desmistificar esta inverdade que, obstrui que histórias belíssimas de amor e dança surjam e dêem um colorido especial à este mundo da dança, carente de expressões mais verdadeiras e honestas.
Considero que quem tem seu par, deva valorizar o que tem, existem bilhões de pessoas, de almas vibrando suas energias e encontrar o seu complemento é uma verdadeira benção!Isso resumindo-se apenas àquela pessoa cujo corpo comunica-se e encaixa-se perfeitamente com o seu, como se tivessemos sido moldados juntos e separados posteriormente para que buscássemos o nosso desenvolvimento individual.
Dizem que a falta de intimidade amorosa entre os parceiros, faz com que o respeito, a paciência entre ambos seja mantida e com isso as energias instintivas ficam estancadas.
Bato de frente contra essa inverdade, se encontra-se depoimentos de grandes dançarinos que não conseguiram manter dentro de sua relação de parceria o carinho e amor que havia na sua vida pessoal, isso é um problema que houve na intimidade daquele casal.
Dizer que, por não ter havido respeito e carinho entre eles, não haverá com outros é tremenda leviandade.
Acredito sim que a intimidade, a cumplicidade, o carinho, o respeito gerado numa parceria em que há também o amor de homem e mulher, tem muito mais chances de alcançar resultados impossíveis de serem atingidos numa relação apenas de dança.
Cada ser vivente é um universo particular, repleto de energia e vida, como reduzir uma pessoa somente à sua parte dançante e dizer que conseguiu extrair tudo o que ela tem?
Na Olímpiada do Gelo, um casal chinês levou a medalha de ouro na dança no gelo, e era um casal também fora da dança, e o que se podia notar neles que a alma transbordava não só uma técnica ou uma sintonia conquistada com o treino árduo, mas uma energia gostosa, uma alegria que só as pessoas que fazem o que mais gostam com quem mais amam podem sentir e transmitir.
Se houveram casais que se maltrataram e destruiram sua parceria, estes servem apenas como exemplo de relações onde um ou outro, ou ambos, não souberam valorizar o que tinham um com o outro.Não permitiram que o amor, que é o sentimento mais puro e poderoso que existe, despertasse o seu melhor lado, em detrimento de pensamentos egoistas e sem nobreza.
Meu conselho, é que cada indivíduo, cada parceria, saiba entender que são seres únicos, que têm um encontro único e raro, e que saibam valorizar o que tem, que saibam extrair um do outro o que tem de melhor e que se houver dentro do coração um sentimento verdadeiro, que deixe rolar e vivam o melhor que uma parceria e um amor podem trazer às suas vidas.


sexta-feira, 21 de maio de 2010

O homem imitando Deus!

Se a clonagem de seres vivos já era considerada uma evolução incrível da capacidade humana de gerar vida, o que dizer da novidade do momento: a criação em laboratório do primeiro "ser vivo sintético unicelular"!
Um cientista conseguiu criar um código genético em laboratório e criar um bactéria que esta se reproduzindo...ou seja, criou um ser vivo.
Mas qual a implicação disso no nosso dia-a-dia?
Talvez não tão imediatamente, mas de forma positivista, poderá o homem criar em laboratório orgãos vivos sintéticos, eliminando a necessidade de transplantes.
Poderão ser criados seres diferenciados que se harmonizem com os já existentes e colaborem para arrumar a bagunça já armada pela humanidade com a poluição.
Este é um pensamento postivista entre tantos outros...
Mentes mais criativas prevêem um verdadeira hecatombe social, com a criação e separação da humanidade em castas.
A pergunta que deixo para reflexão, lembrando que na Biblia diz que somos a imagem e semelhança do nosso criador:
O homem esta seguindo um caminho natural imitando o próprio Deus?!

quarta-feira, 19 de maio de 2010

Levei um tombo! Doeu mas passou!

Tombo-
Ontem a noite, por volta das 23h15, retornava para casa andando pelas ruas do meu bairro, Jd. São Paulo, e avistei um casal caminhando juntos felizes uns 200 mts a minha frente. A penumbra das árvores, o céu estrelado, o silêncio do momento, e mais um coração carregado de sentimentos, me fez divagar de olhos abertos sobre a alegria que é o encontro e a manutenção deste vínculo entre as pessoas que se gostam, se curtem e deixam o amor invadir suas vidas, criando e fortalecendo sua relação.

De fato caminhar a dois é sempre um apoio extra, tornando a tarefa de viver e alcançar nossos objetivos, mais fácil e alegre, mesmo que hajam alguns obstáculos, pedra e guias inesperadas...

Neste momento meu coração dispara-

De onde surgiu esta calçada? bufei em pensamento...

Não tive como reagir a tempo, a vontade de colocar os braços à frente e diminuir o impacto da queda foi impedida pelas mãos presas no bolso da jaqueta, logo meu joelho direito se choca contra a quina da guia, giro o corpo procurando rolar, o cotovelo direito bate na calçada e o tombo acaba com este ser caído ao chão. A única beleza do momento é que cai olhando para o céu!

Rapidamente me levantei, juntei o celular e moedas que cairam e segui minha caminhada...agradecendo a lição que acabara de aprender!

Quantas vezes caimos em nossas vidas, quantos tombos já levamos e ainda levaremos?É comum as pessoas pregarem atitudes seguras, dizerem para si mesmas, que agindo daquela forma evitam que se machuquem assegurando serem"EQUILIBRADAS".

Passam por toda a sua existência sem correrem risco algum, mesmo que fosse para a realização dos seus sonhos...e acabam perto do fim, sentindo que viveram um vazio...partem frustradas...

O medo de cair, o medo de nos machucar um pouquinho, impede que vivamos emoções, que conquistemos e realizemos tudo aquilo que está lá gritando dentro de nós para ser feito.

Ter cuidado e zelo por nosso corpo, mente e espírito é coerente com a valorização que temos que ter com nossa existência, mas ousar, acreditar nos nossos sonhos, lutar com verdade e amor pelo que acreditamos também é ser zeloso.

Há uma centelha divina em cada um de nós, e esta divindidade que cada ser possui é unica e só pode se manifestar exclusivamente através do próprio indivíduo, desaparecendo com ele.

Todo tombo, nos causará alguma dor, incomodo, vergonha até, mas há um lado bom, pois ao final da queda, teremos uma visão do céu, pois a solução será a óbvia: "LEVANTAR-SE!"

Desejo que encontre dentro de si energia para mover-se em busca dos seus sonhos, e que na sua jornada, caso tenhas, algum tombo, que aprenda com ele, que evolua, que veja o céu de opções que se abrirá aos seus olhos e se erga mais forte para proseguir e realizar todos os seus sonhos!

terça-feira, 18 de maio de 2010

18 de maio - Dia Internacional do Museu


Museu-do grego Mouseion (templo das musas) . latim museum 1. Local destinado a preservar, estudar e apresentar ao público coleções de obras de arte, de bens culturais, científicos ou técnicos. 2. Na antiguidade, santuários consagrado às Musas. 3. Coleção de objetios antigos e sem uso.

Musa - 1 Cada uma das 9 divindades gregas que presidiam às artes e às ciências. 2. Tudo o que pode inspirar um poeta.



"Olhar para o passado é buscar entender o que nos forma no presente e ajudar a trilhar um futuro melhor."



A correria desenfreada do mundo moderno ( nossa desculpa eterna em todos os tempos), impede a referida para respirar e com isso acumulam-se coisas à fazer e chega determinados momentos que nos encontramos em encruzilhadas de opções tão diferentes que ficamos sem saber qual a melhor .

Nesta hora o melhor é para respirar e...OLHAR PARA TRÁS! Este olhar tem uma função que é a de se lembrar do que foi trilhado para se chegar até ali, tem a função de se lembrar quais foram as suas motivações, quais foram seus objetivos mentalizados e com isso pegar impulso para escolher o caminho certo.

Os Museus tem esta função histórica. A humanidade através dos séculos vem se desenvolvendo em inúmeros campos e é graças à eles que temos hoje como olhar para trás e ver os acertos e erros do passado, temos como ver como era o mundo e saber como foi o caminho trilhado por nossos antepassados, saber o que nos forma e entender melhor qual é o nosso legado atual, e tão importante quanto: prepara um futuro muito melhor para nós e para os que nos sucederão!

Vá ao museu hoje, amanhã, leve alguém contigo, veja como viviam, como pensavam, o que comiam, como se vestiam, quais eram as coisas importantes para o ser no passado. Curta isso e compare com o que vivemos hoje.

Outra forma de sentir e aproveitar as energias deste dia é quando lembramos do significado que museu tinha na grécia: um templo onde se cultuavam as Musas, divindades filhas de Zeus e de Mnemosine.Cada musa protegia uma certa arte ou ciência. Viviam no Monte Olimpo com seu líder, o deus Apolo. Com ele permaneciam jovens e belas eternamente, e com ele aprenderam a cantar. Podiam ver o futuro, o que poucos deuses podiam fazer, tinham também o dom de banir toda tristeza e dor.

Chamavam-se: Calíope, Clio, Erato, Euterpe, Melpômene, Polimnia, Terpsicore (esta é especial para mim pois é a Deusa da Dança!), Thalia e Urania.

Na história da humanidade, sempre houveram pessoas apaixonadas, que impulsionadas por um amor, por uma energia e desejos inexplicáveis, transformaram-se e mudaram o mundo para agradar, homenagear e eternizar a sua história, o seu sentimento, a sua musa pessoal!

Este impulso criativo, aplacavam por muitas vezes a falta que suas amadas fizeram em algum momento de sua vida, mas além disso, serviu de alento e guia para toda a humanidade em sua busca pela felicidade.

Agradeça por tudo o que nos foi deixado e se inspire para escolher a sua melhor opção e seguir em frente! Chame sua musa pessoal, diga-lhe palavras doces e amáveis, diga-lhe o quanto ela é importante só por existir, e use esta energia gostosa e positiva para seguir evoluindo e criando artes que encantem e alegrem a todos que nos cercam!

Feliz dia do Museu! Parabéns para ti, minha eterna Musa!

domingo, 16 de maio de 2010

A essência te torna Divino!


Essência - do latim essentia 1. O que constintui a natureza de um ser, de uma coisa. 2. A existência. 3. A idéia central. 4. Óleo fino e aromático estrído de alguns vegetais.
"O essencial é invisível aos olhos"
"A essência de cada ser é única e indivisível, é sua ligação com a sua verdade mais sagrada!"
Num mundo marcado pela facilidade de se ter acesso a muitas manifestações de pensamento, idéias, conceitos, pesquisas, é muito fácil ser seduzido por tudo que nos é apresentado nas belas bandejas de verdade e soluções para a busca da felicidade.
Surgem a todo momento "líderes" nos indicando o caminho "certo" e a"verdade" a serem seguidas, cada um com seus pontos em comum, mas todos com seu contraditório! Daí, em meio a tudo isso estão os supostos "discípulos", que na ânsia de encontrar seu rumo acaba ficando perdido nesta floresta que a cada instantes se transforma tamanha é a sua fertilidade.
A solução para isso?
É ouvir a voz interior...é buscar dentro de nós mesmo o que nos faz realmente felizes, pois só fazendo o que nos faz felizes é que o nosso potencial divino se manifesta, isso é atender ao que esta impresso no nosso intimo na nossa essência.
Para exemplificar de forma prática, costumo dizer que da semente da laranja só pode brotar e surgir a laranjeira e então colher novas laranjas, ou é possível surgir de tal semente uma macieira? Pela lógica não!Exceto pelas modificações genéticas feitas em laboratórios, mas se tal ocorresse, o fruto seria confiável? Ou mesmo seria um fruto dentro da potencialidade máxima da planta?
É o mesmo que ocorre com nossa alma, com nossa essência, busque a sua, se ouça, se sinta e deixe seu potencial ser todo manifesto através do que está pulsando no seu íntimo.
...
Sobre este humilde escriba, o que pulsa em minha essência é uma vontade insaciável de aprender mais e mais...por ser poli-valente, por ter lido muito, eu tenho uma visão diferente da dança, mais olística e necessito evoluir na minha linguagem pessoal para ensinar além do movimento.
Essencial para mim, é estar feliz em tudo o que faço, é estar perto de pessoas que me queiram bem, é fazer o bem para mim e para as pessoas que me cercam.
Embora a realização material seja uma manifestação clara de que estamos no caminho certo do uso de nosso dom, (eu também busco pois meu corpo também é matéria e precisa de tudo que a cerca para sua manutenção e alegria), minha busca principal sempre foi a evolução do espírito e do intelecto, agora quero equilibrar estas três partes.
Com isso se desenvolvem a minha linguagem pessoal em todas as áreas em que atuo.
Entretanto deixo aqui sempre um adendo, embora a essência seja única e indivisível, um ser sempre terá em alguém, ou noutros, essências que complementem a sua.
Como exemplo, sito a dança, danço por mim, danço com amor, com o melhor da minha alma...mas preciso de minha parceira...ela é quem me completa, só com ela...
Como citei em outro texto meu:Dançar é a perfeita comunhão de corpos e espíritos. É quando homem (cavalheiro), mulher (dama) e música se fundem num só!
Busque a sua essência, sem medo do que os outros pensem ou digam, pois tudo o que você tem dentro de si, suas idéias, seus potenciais, suas criações, só podem e só se manifestarão unica e exclusivamente através de você! E de ninguém mais!
SEJA VOCÊ MESMO!(A)

Eu na Virada Cultural!

Sair é sempre algo que me atrai, ver lugares diferentes ou ir ao de sempre, conhecer pessoas novas ou dar oportunidade para curtir a mim mesmo.
Foi o que fiz nesta Virada Cultural!!
Começar a noite com uma ópera na em frente a Estação da Luz foi para mostrar como a noite seria diferente.
Que energia gostosa foi aquela, a música invadiu minha alma e realmente me senti reluzindo, e dava para sentir a multidão toda em êstaxe com o maravilhoso show que chegava aos nossos ouvidos.
Talvez tenha sido também gratificandte para os músicos, cantores e maestros, que foram aplaudidos por uns 5 minutos e repetiram a música tema da Carmina.
Após fui bailar um pouco de tango e gafieira no Centro Cultural Vergueiro, onde encontrei alguns colegas dançarinos e dançarinas.
Logo estou no Show de Sidney Magal, outra maravilha!É incrível como o tempo passa, ídolos e estilos musicais surgem...mas o velho Sidney continua sendo adorado pelas massas!Cantou praticamente todos os seus hits e sempre era acompanhado por todos os fãs, que cantavam e dançavam alegremente!
Ainda tive fôlego para acompanha um pouco do show do Living color...
Uma noite diferente, de festa, mas de uma festa particular, onde pude virar para mim mesmo e sentir me alegre e uno comigo mesmo! Nada como ter um reencontro numa noite de festa popular!
Que todos tenham possibilidade de se reencontrarem e serem felizes por si sós!

quarta-feira, 12 de maio de 2010

13 de Maio de 1888 - Escravidão nunca mais!



Escravidão - s.f. 1. Estado ou condição de escravo;servidão, escravatura. 2. Regime social onde há sujeição do homem, e sua força de trabalho é entendida como propriedade privada de outrem.3. Fig. Falta de liberdade pessoal; sujeição.
"Enquanto a cor da pele for mais importante que o brilho que há nos olhos haverá guerra" - Bob Marley
A Lei assinada pela Princesa Isabel em 13 de maio de 1888 era a de número 3.335, e possuia apenas dois artigos:
Art. 1º - É declarada extinta, desde a data desta lei, a escravidão do Brasil
Art. 2º - Revogam-se as diposições em contrário.

O movimento de libertação dos negros e de todos os escravos ,a luta dos negros que criaram os Quilombos teve enfim o desfecho esperado - a liberdade!
Ao assinar a lei, a Princesa Isabel restitui um direito essencial à todos os seres e com isso decretou não só o fim da escravidão, mas também o fim da monarquia que perdia ai o apoio que tinha dos senhores escravocratas.
O ideal republicano ganhou força e também a imigração e a criação de empregos para pessoas livres.
...
Hoje não existe a escravidão, da forma como ela era, nas sociedades modernas dos paises desenvolvidos.
Mas há de se notar quantas vezes as pessoas se colocam como escravas, se sujeitando gratuitamente ou pior, de forma perniciosa às vontades de outras.
Muitos optam por serem "escravos" para garantirem de alguma forma a sua subsistência ( qualquer que seja, material, espiritual, afetiva, sexual até), e assim se omitirem das responsabilidades que têm sobre suas vidas.
São tolos que preferem a dor da submissão, á dor daqueles que se rebelam e enfrentam a vida em busca da realização dos seus sonhos, da sua felicidade, da conquista do seu amor, doa o que doer, independente de quão dura e dificil seja a jornada.
Outros são escravos de falsas ideologias, falsas verdades, são escravos de buscas que os levam a ruina, infelizmente não conseguem expandir seus horizontes, é como se estivessem agrilhoados a uma pedra, um padrão negativo profundamente enraizado em sua alma que inibe a sua coragem de erguer a cabeça e ver o quão lindo e maravilhoso é o mundo e a vida!
Outra escravidão é aquela que impossibilita a pessoa de ter uma vida plena, onde as cobranças sociais a padrões de estética, da moda, de consumismo e de relacionamento até, tolhem a chance do individuo experimentar diferentes culturas e pontos de vista e até de encontrar em alguém de origem e raça diferente o amor de sua vida.
Há também que se extirpar da humanidade, o tipo escravizador, quantas não foram as vezes em que muitos querem impor seus desejos, idéias e valores ( sejam eles positivos ou negativos) como verdades absolutas tendo que serem atendidas naquele tempo e espaço.
O escravizador é quem não respeita a sim mesmo e nem ao seu próximo. Pois ao prender alguém também se tornará prisioneiro, escravo desta aberração irracional a que ele mesmo se apega.
Que neste dia de lembrança, saibamos o valor da liberdade, o poder que ela nos dá para sermos soberanos em nossas vidas e possamos aproveitar na plenitude a magia da vida e das possibilidades infinitas que só as relações entre pessoas libertas de todos os preconceitos e paradigmas pode experimentar e serem felizes!

terça-feira, 11 de maio de 2010

O Tempo de Cada Um!



Tempo-lat tempu sm 1- Uma época; um período. 2 - A época atual. 3 - A medida do processo de sucessão dos fenômenos. 4- A idade, um lapso de tempo futuro ou passado. 5- A existência humana considerada no curso dos anos.
"O tempo perguntou ao tempo: Tempo, qual é o tempo que o tempo tem? O tempo respondeu ao tempo: Tempo, o tempo que o tempo tem, é todo o tempo que o tempo tem!" cantiga popular
Interessante como podemos utilizar a ciência para nos ajudar a encontrar um rumo para nossa existência, e receber um alento sobre este tema dificil em nossa existência: O Tempo!
Stephen Hawking, cientista britânico, em seu livro o Universo numa Casca de Noz ensina que, segundo Einstein, as velocidade da luz é independente do movimento de quem a observa, sendo a mesma em todas as direções. Isso exige o abandono da idéia de um tempo universal que todos os relógios mediriam, resultado: CADA UM TEM O SEU TEMPO PESSOAL!
Isto foi comprovado num experimento chamado PARADOXO DE GÊMEOS onde dois relógios precisos voaram em direções opostas ao redor do mundo e ao se encontrarem o que voou para o leste tinha registrado menos tempo.
Durante a nossa vida, muitas vezes somos pressionados pela sociedade, a termos conquistas, resultados, numa velocidade muito grande, muitas vezes num tempo que não é nosso.
Segundo a lei da física, embora a velocidade da luz seja a mesma, indiferente de quem a observe, o fato de cada um se mover, altera o próprio relógio.
O que isso tem haver com a busca por resultados, conquistas em suas diversas áreas (financeira, espiritual, amorosa, intelectual, física) ?
Primeiro é que acaba por nos libertar da pressão externa, não há nada pior do que ter algo para se resolver, algo que até mesmo se queira conquistar e ter que lidar com cobranças que vêm de outras pessoas pelo resultado.
Amparado pela física o tempo torna-se medida pessoal e intransferível, docemente nos obriga a olhar para dentro e sentir como somos, qual é a nossa real velocidade de aprendizado, de entendimento, para, livres de anseios de outros, alcançar as nossas realizações pessoais.

sábado, 8 de maio de 2010

Feliz dia das Mães!!

Mãe - substantivo feminino- do latim mater - 1- Mulher ou fêmea de animal que gerou algum filho. 2 - O que dá assistência, fornece substância. 3- figurado - Aquela que dá assistência aos necessitados, 4 - País, lugar onde uma coisa começou, 5 - Fonnte, causa, origem.
"Sagrado Feminino só é legitimamente confirmado quando se ocorre a concepção!"


O dia das mães me faz refletir o quão nossa sociedade deve em agradecimentos e homenagem as mulheres que, em seu amor abdicaram de parte de seu egoísmo, e usaram o dom maior que Deus lhas entregou: o de gerar uma NOVA VIDA!
Há templos para tudo, são erguidos Shoppings, marcas são cultuadas como sendo indispensáveis para que o ser seja "pleno e bem aceito pela sociedade", surgem igrejas, seitas, todas buscando mostrar ao mundo que o caminho para a iluminação passa por ali; o desejo de acumulo de bens promovido pelo poder de compra do capitalismo e banalizado em propagandas ilusorias norteiam outros cegos para o espiritual...(enfim fica para outro momento discorrer sobre os "falsos tótens" a que se apegam a humanidade em busca da felicidade.)
Mas e para as mães? Nunca vi um templo, uma seita, um político, um programa econômico, um shopping chamado MÃE!!!
Imagine o mundo como seria lindo se todos os filhos, olhassem para suas mães e percebem nelas o Ser Divino que elas são, é básico, mas deve ser cultudo: SEM SUA MÃE VOCÊ NÃO EXISTIRIA!!!!Óbvio, mas para muitos, por falta de uma reflexão, por falta de contatar o seu "Eu Divino", banalizam a maternidade como se fosse pão zinho que se compra na padaria: "- o dr. me vê dois gurizinhos fresquinhos...mas faz assim um para agora o outro para mais tarde, manda esse que tá mais coradinho..."
O Sagrado Feminino só é legitimamente confirmado quando ocorre a concepção! Sim tenho isso comigo como uma verdade, mas aí seria reduzi-la apenas a uma chocadeira, ela incrívelmente vai muito além.
A mãe é quem produz com seu próprio corpo a primeira substância que nos manterá vivos no começo de nossa existência, é quem nos acalentará em seu colo, é quem usou sua voz com palavras doces e delicadas para nos acalmar e fazer dormir...
É quem cuida e pensa em tudo para que possamos começar a trilhar nosso caminho neste mundo. Nos deu a primeira roupa, nos banhou, ensinou-nos a falar, a sorrir, fez festa.
É a pessoa que teve que orientar e até mesmo punir, deixando de ser doce por um momento, para que nos tornássemos pessoas retas e dignas.
É a pessoa que, mesmo estando crescidos, nos pergunta ao sairmos, se estamos levando a carteira, dinheiro, chaves, como quando éramos adolescentes.
Cada mãe tem seu jeito único de ser, mas todas são iguais no AMOR INCONDICIONAL que carregam pelo(s) seu(s) rebento(s).
Quando encontramos alguém à quem amamos, e temos com esta pessoa um relacionamento, devemos imediatamente nos lembrar que esta pessoa também tem uma mãe e é mais que digno, é divino, dar um abraço e um beijo com muito amor nesta mãe e agradecer-lhe, pois graças a ela, e somente à ela, que foi possível ter encontrado o amor da sua vida! Ou seja, temos indiretamente uma segunda mãe, uma mulher que colocou neste mundo a nossa famosíssima e tão carinhosamente procurada "metade da laranja"!
Proponho à todos que abracem, beijem, exultem suas mães diariamente! Por mais que hajam momentos de rusgas, tudo deve ser perdoado, e o que deve ser lembrando, o que deve ser trabalhado, o que deve ser valorizado são todos as lembranças dos bons momentos, é a criação de novas situações em que mãe e filho se tornem unos!
À todas as mulheres um grande beijo com muito carinho e amor de filho, pois todas são potencialmente mães pois todas carregam a centelha da vida no seu interior, e devem portanto, serem abençoadas por isso, por serem sempre a chave da continuidade da vida de nossa espécie! Quiçá todas um dia tenham!
Para as que já são, beijo em dobro, pois além de terem a centelha, ousaram, sentiram e acreditaram que poderiam ser felizes, conseguir as suas conquistas pessoais e junto aos seus sonhos, gerarem mais um ser iluminado para construir um mundo melhor!
Valorize sua mãe! Dê valor ao que você tem!
Feliz dias das Mães!
Para minha mãe em especial - Georgina : " Mãe te amo muitooooooooooooooooo! Só você poderia ter sido escolhida por Deus para me colocar neste mundo e só com você eu teria condições para me tornar o homem que sou e só com você eu posso me tornar o homem bem melhor que caminho diariamente para ser!
Carrego em mim a lembrança de inúmeros momentos em que você cuidou de mim, desde passeios a quando voltava do médico comigo, a festas maravilhosas que fizeste para mim...enfim há muitas coisas para dizer, mas se for dizê-las...
Vou resumir:
Graças a você sou um homem bem quisto e respeitado onde vou! E tudo o que conquisto se deve ao amor com que você me criou!
Mãmãe te amo!
Seu filho Irair de Jesus!"

terça-feira, 4 de maio de 2010

O valor do Silêncio!


Silêncio - do latim silentiu 1. Ausência complea de ruídos. 2. Estado de quem se cala ou se abstém de falar, recusa de falar. 3. Abstenção voluntária de falar, de pronunciar qualquer palavra ou som, de escrever, de manifestar os seus pensamentos. 4. Toque de corneta, nos quartéis, de sineta, nas escolas, para que não se fale nem produza qualquer ruído depois de certa hora. 5. Voz para mandar cessar o discurso ou o barulho.

"Ensurdecedor é o silêncio que ecoa dentro de nós!"

"Somente no silêncio é que podemos escutar a voz da própria alma!"

"É no silêncio da alma que o amor diz palavras que só podem serem entendidas pelo coração!"

"O silêncio promove o encontro com os mistérios do nosso próprio eu!"

"Toca o despertador, vira pra um lado para o outro, cochila, retoca, deperta, não desperta, reretoca, desliga, acorda, levanta,escova os dentes, toma banho, se veste, penteia, faz a barba, se corta, sangra, lava, come, bebe o café, lê o jornal, conversa com mamãe, brinca com o "panceps"(para quem não sabe é a barriga proeminente) do primo, levanta, repenteia, escova os dentes, beija a mãe, carinho na minha cachorra madonna, saio, desce ladeira, fala com o jornaleiro, olha pra um lado para outro, atravessa avenida, entra no metro, compra bilhete, espera trem, embarca, senta, espera, lê, canta, dorme, acorda, ainda não chegou, desembarca, anda, anda, mais rápido, até a academia,malha, remalha, toma banho, vai ao trabalho, trabalha, mais trabalho, almoça, trabalho, mais trabalho, lanche, café, trabalho, trabalho...saio, vou dançar, onibus, dorme, conversa com cobradora, paga, passa a catraca, senta, levanta, saio, ando, ando ando...cheguei à balada, cumprimento a todos, procuro parceira, ela não está, danço com o que tem, procuro novamente, ela não virá, faz tempo que não vem mais...sem parceira, aprender a ser feliz com o que se tem, danço, danço, tento dançar, canso, descanso, vou para casa, pego na patinha da madonna, brinco com o panceps do primo e ele brinca com o meu, computador, msn, e-mail, faz tempo que não olho orkut, nada mudou, nenhum recado especial, tomo banho, janto, escovo os dentes, leio, tento ler, relaxo, oro, deito, e durmo, sonho, durmo, sonho, toca o despertador..."

Nesta sexta-feira dia 07 de maio, será o dia do silêncio, isto me leva a variás reflexões sobre a importância desta ação que de passiva não tem nada!

Todos temos uma rotina diária, que em muitas vezes restringe e nos nega tempo e oportunidade para respirar e ouvir o que nossa própria alma clama para que façamos por nós mesmos. Em nossa busca diária para atender às nossas necessidades básicas, desprendemos muito da nossa energia e mergulhamos num barulho externo que torna inaudível o berreiro interno sinalizando muitas vezes que estamos saindo de nossa rota e que temos que nos redirecionar em busca da felicidade.

Existem templos, independentemente de religiões, onde além da disposição dos toténs espirituais, encontra-se a inexistência de som: o silêncio!Nesses locais busca-se, sem a influência de quaisquer ruídos externos, um encontro com o clamor de sua própria alma e, com o apoio do Deus de sua crença, encontrar as respostas para suas súplicas.

Silenciar é uma atitude, por muitas vezes, agressiva!Quantas não foram as vezes em que se esperava uma ligação, uma resposta à uma pergunta, um questionamento, até mesmo uma reação ofensiva de outrém, e tudo o que se obteve foi um estrondoso silêncio.

O silêncio tem a incrível capacidade de forçar a pessoa que o recebe, a pensar o que o causou. Obriga a quem o "ouve" a se ouvir também, ficando com a sua indagação, afirmação, ou coisa que o valha, sem resposta ecoando em sua cabeça divagando pelo mar das possibilidades infinitas, nisto ocorrerá uma ação transformadora, o próprio ser mergulhado em si mesmo e nos questionamentos contactará com as respostas a todos os dilemas, com uma vantagem inquebrantável, as respostas estarão pautadas na sua verdade essencial!

O vazio de sons pode provocar tristeza em muitos momentos, sinaliza-os. Na história do esporte mundial, há um silêncio até hoje escutado no mundo futebolístico, o "Maracanazzo" de 1950, que foi a derrota da seleção brasileira da época para a "celeste" do Uruguai, gerando à época um paradigma negativo de inferioridade ao povo tupiniquim.

Noutras vezes o silêncio é o melhor a se fazer para expressar o que o coração mais precisa, nisto a dança demonstra seu lado mais sublime!

Os dançarinos, embora tendo a música ao fundo, só poderão falar através de seus corpos se entregues ao silêncio interior e assim dirão frases impossíveis de serem ditas pelos lábios e que só podem ser ouvidas pelo coração!

Muitos amores só se tornam reais quando no silênciar das vozes, o retumbar dos corações fala mais alto, de fato nada é mais estrondoso que duas almas unidas se comunicando através de um beijo.

É oportuno lembrar também que se trata de umas das principais leis das prosperidade! Afinal, tudo o que se almeja conquistar, seja fortuna, desenvolvimento físico, espiritual, viagens, a conquista ou re-conquista de um grande amor, deve estar amparado pelo silênciosa proteção que antecede a realização, pois quem muito fala atrai sobre si toda a sorte de inimigos do alheio.

Outra virtude do silenciar das vozes é a de transformar quem se cala num sábio repleto de respostas, ou num tolo que nada sabe!

Quantas não foram as vezes que nos calamos e isso bastou para resolver um problema e as pessoas comentarem: "-Nossa como é inteligente!" ou aquela vez em que a falta de uma resposta nos emudeceu e isso acabou gerando um frustração onde era esperada uma solução.

Pode significar e selar a paz ou pode iniciar uma guerra.

Enfim saber quando e como usar do silêncio é mais que uma dádiva é uma prova de sabedoria (outras vezes de sorte pautada na famosa obra do acaso!).

Entre tantas coisas que se pode dizer, talvez a principal é que o silêncio é uma das energias mais poderosas, e que atráves dele é que o indíviduo terá a oportunidade real de descobrir a si mesmo!

DÊ-SE HOJE UM POUCO SILÊNCIO EM HOMENAGEM A ESTA MARAVILHA QUE DEUS CRIOU: VOCÊ MESMO (A)!!!!