Bodfaro

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

carrossel de ofertas

Buscape

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

quarta-feira, 12 de maio de 2010

13 de Maio de 1888 - Escravidão nunca mais!



Escravidão - s.f. 1. Estado ou condição de escravo;servidão, escravatura. 2. Regime social onde há sujeição do homem, e sua força de trabalho é entendida como propriedade privada de outrem.3. Fig. Falta de liberdade pessoal; sujeição.
"Enquanto a cor da pele for mais importante que o brilho que há nos olhos haverá guerra" - Bob Marley
A Lei assinada pela Princesa Isabel em 13 de maio de 1888 era a de número 3.335, e possuia apenas dois artigos:
Art. 1º - É declarada extinta, desde a data desta lei, a escravidão do Brasil
Art. 2º - Revogam-se as diposições em contrário.

O movimento de libertação dos negros e de todos os escravos ,a luta dos negros que criaram os Quilombos teve enfim o desfecho esperado - a liberdade!
Ao assinar a lei, a Princesa Isabel restitui um direito essencial à todos os seres e com isso decretou não só o fim da escravidão, mas também o fim da monarquia que perdia ai o apoio que tinha dos senhores escravocratas.
O ideal republicano ganhou força e também a imigração e a criação de empregos para pessoas livres.
...
Hoje não existe a escravidão, da forma como ela era, nas sociedades modernas dos paises desenvolvidos.
Mas há de se notar quantas vezes as pessoas se colocam como escravas, se sujeitando gratuitamente ou pior, de forma perniciosa às vontades de outras.
Muitos optam por serem "escravos" para garantirem de alguma forma a sua subsistência ( qualquer que seja, material, espiritual, afetiva, sexual até), e assim se omitirem das responsabilidades que têm sobre suas vidas.
São tolos que preferem a dor da submissão, á dor daqueles que se rebelam e enfrentam a vida em busca da realização dos seus sonhos, da sua felicidade, da conquista do seu amor, doa o que doer, independente de quão dura e dificil seja a jornada.
Outros são escravos de falsas ideologias, falsas verdades, são escravos de buscas que os levam a ruina, infelizmente não conseguem expandir seus horizontes, é como se estivessem agrilhoados a uma pedra, um padrão negativo profundamente enraizado em sua alma que inibe a sua coragem de erguer a cabeça e ver o quão lindo e maravilhoso é o mundo e a vida!
Outra escravidão é aquela que impossibilita a pessoa de ter uma vida plena, onde as cobranças sociais a padrões de estética, da moda, de consumismo e de relacionamento até, tolhem a chance do individuo experimentar diferentes culturas e pontos de vista e até de encontrar em alguém de origem e raça diferente o amor de sua vida.
Há também que se extirpar da humanidade, o tipo escravizador, quantas não foram as vezes em que muitos querem impor seus desejos, idéias e valores ( sejam eles positivos ou negativos) como verdades absolutas tendo que serem atendidas naquele tempo e espaço.
O escravizador é quem não respeita a sim mesmo e nem ao seu próximo. Pois ao prender alguém também se tornará prisioneiro, escravo desta aberração irracional a que ele mesmo se apega.
Que neste dia de lembrança, saibamos o valor da liberdade, o poder que ela nos dá para sermos soberanos em nossas vidas e possamos aproveitar na plenitude a magia da vida e das possibilidades infinitas que só as relações entre pessoas libertas de todos os preconceitos e paradigmas pode experimentar e serem felizes!

5 comentários:

  1. Muito bom o texto!
    Para mim, uma das mais fortes fontes de aprisionamento do ser humano é ele ser escravo dos próprios instintos e de um Eu imaturo e psicologicamente infantilizado. Adultos que são escravos de vontades que não foram satisfeitas durante a infância e agora cobram que seus parceiros supram estas carências, de forma mimada e inconsequente...
    Hoje está acontecendo no céu uma conjunção importante entre Júpiter e Urano, tempo de nos beneficiarmos com mudanças e transformações de padrões enraizados na consciência. Que sintonia com um dia que homenageia a liberdade! Que possamos nos conectar com aspectos internos a serem libertos para a transformação!
    Bjssssssss!

    ResponderExcluir
  2. Lindo texto, e de uma pura verdade sem igual, as pessoas deveriam se concientizar de muitas coisas , mas em primeiro lugar o respeito pelo próximo independente de sua raça ou de sua cor.
    Em suas palavras pude encontrar clareza e respeito ao outro.
    Parabéns sabias palavras.

    Beijosss

    ResponderExcluir
  3. ANJO MUITO LINDO COMO VC DIZ ESTAMOS PRESOS E ESCRAVOS DO NOSSO PROPRIO EU, A PESSOAS QUE SE PRENDE TANTO QUE NÃO NOTA E VIVE EM UM CICLO FECHADO, SOMOS DE CERTA FORMA ESCRAVOS, DO MEDO, DA SOLIDÃO, DE UMA FORMA OU DE OUTRA SOMOS ESCRAVOS. POREM CABE SABERMOS ATÉ AONDE É BOM ESSA ESCRAVISÃO. E QUANDO DEVEMOS MUDAR, ADOREI SEU TEXTO FICOU MUITO BACANA BJS..

    ResponderExcluir
  4. Acredito que se o nosso objetivo é o amor, escravizar um povo ou uma só pessoa, fisica ou mentalmente, é contra o amor, pois o amor é liberdade, e então não se poderia merecer o amor.
    "Quem escraviza o amor será escravo do amor, e quem deixar o amor livre, será livre para amar".
    O que a Princesa Isabel fez foi por amor a seu país, e à sua liberdade, em ambos os sentidos que possa adquirir.

    ResponderExcluir
  5. Maravilhoso o texto, voce pensa em cada data! faz a gente refletir a respeito da vida, do amor da liberdade e como as pessoas esquecem de si proprias, ficam presas em seu mundo com medo da vida medo de ousar, medo de serem felizes.
    Nos temos que nos livrar das amarras da vida, aprender a dizer não quando não desejamos, aprender a nos colocar em primeiro lugar, respeitar nosso espaço, vontade e valores.
    Voce escreve muito bem, com certeza tem feito muitas pessoas a refletir melhor sobre a vida.
    Continue assim

    bjs carinhoso
    Angelita

    ResponderExcluir